Apresentação


Pertencente a Região Noroeste do Estado, tendo como seus limites: ao norte Santa Rosa, ao Sul Guarani das Missões, ao Leste Giruá, ao oeste Ubiretama e à Sudeste Sete de Setembro; área de 147,21 km²; altitude de 305m, relevo plano, levemente ondulado, solo vermelho, vegetação constituída de pequenas reservas de mata nativa; tendo em destaque o Rio Amandaú divisa com Santa Rosa, e os seguintes lajeados: Giruá, Lambedor, Giruazinho, Canal Torto, Vermelho e os arroios Quebra Dente divisa com Giruá e Fundãozinho.

Sua economia é baseada principalmente na agricultura, predominando as culturas anuais de soja, milho e trigo; na atividade pecuária, produzem-se peixes, aves, suínos, bovinos de corte e com destaque para a produção de leite. Além de pequenas indústrias como: olarias; detilarias de aguardente, esquadrias metálicas, aberturas e móveis de madeira, temos em destaque a indústria Chá Prenda que tem parte de sua produção no Município. Também conta com supermercados, lojas, livrarias, restaurantes, padarias, oficinas, postos de combustíveis, escritório despachante, cooperativas agrícolas e três instituições financeiras (Sicredi, Banrisul e Cresol).

Possui os seguintes distritos: 1º) Sede, 2º) Vila Esquina Ipiranga, 3°)Vila Oito de Agosto, 4º) Vila Giruazinho.

A saúde é prestada através da Unidade Básica de Saúde Central, instalada na sede do município, e em menor escala nos distritos através dos postos de saúde.

Na educação, possui atualmente duas escolas polo: a Escola Municipal de Ensino Fundamental Boa Vista e a Escola de Educação Infantil Doce Infância hoje atendendo a creche em turno integral instaladas na sede do município e uma Escola Estadual de Ensino Médio Carlos Gaklik, localizada na sede do Município.

De acordo com o IBGE a projeção para 2018 é de uma população com 2.788 habitantes, destes, 73% residem no meio rural. O município tem cadastradas 766 propriedades rurais, cuja a área média é de 16,6 hectares, possuindo ao redor de 98% delas com área que varia de 0 a 50 hectares. Sua economia é baseada na produção primária, com faturamento superior a R$ 43 milhões/ano, responsável pela produção de 450 mil sacas de soja; 195 mil sacas de milho; 180 mil sacas de trigo e da produção de 13 milhões de litros de leite/ano, suinocultura – 6 granjas (15.000 suínos/ ano) e psicultura; com as indústrias, comércio e serviços responsáveis pelo faturamento de outros R$ 21 milhões/ano, totalizando um PIB anual superior a R$ 64 milhões.

Na parte cultural, podemos dar destaque a ACT – Associação Cultural e Tradicionalista de Senador Salgado Filho que vem a 23 anos realizando suas cavalgadas em busca da Chama Crioula que é acessa em algum ponto histórico ou acidente geográfico, levando o nome do município aos mais diversos cantos do Estado seus rodeios de Vaca Mecânica que movimentam o município. Além dos Piquetes Tradicionalistas que também promovem rodeios, temos Grupos de jovens que realizam bailes e outros encontros, Festivais da Canção, Festivais de Teatro, Noite Cultural, entre outros.

Destaca-se também o Clube Boa Esperança, que ocorreu devido a desativação de uma fábrica de rações, denominada Forrageira Salgado Filho.Em 1964 quando a fábrica foi desativada e um grupo de sócios resolveu criar a entidade social que é o clube Boa Esperança, nome na qual surgiu pela existência do Esporte Clube Boa Vista e até os dias de hoje promove eventos de cunhos culturais, artísticos e de diversas finalidades. 


Enviar por e-mail Imprimir